Fístula dental: saiba o que é e como resolver esse problema

with Nenhum comentário

A fístula dental é uma bolha que surge na boca como sintoma de infecções. Por isso, quando esse sintoma surge é preciso procurar por um profissional de confiança capaz de designar o tratamento correto.

mulher em um consultório de odontologia com a mão no rosto pois está com dor de fístula dental

A fístula dental pode ser vista como o sistema imunológico agindo na hora de tentar eliminar um corpo estranho.

Se a sua boca está com a gengiva avermelhada, com umas bolhas ou feridinhas, provavelmente é a fístula.

Ela surge quando o corpo não se livrou de uma infecção. Também pode ser denominada como abscesso.

Assim como diversos incômodos da saúde bucal, a fístula aparece como um sinal de alerta. Ela se manifesta para indicar que alguma infecção está prejudicando o corpo.

Sendo assim, ela não causa necessariamente sintomas. E em muitos casos ela causa grande incômodo.

Por isso, é importante a visita constante a um dentista. Ele quem vai identificar primeiro e indicar o melhor tratamento para essa condição.

No entanto, você mesmo pode perceber a fístula dental em casa. Se isso acontecer, não se apavore. Neste artigo vamos te informar mais sobre essa ferida. Vamos falar sobre:

Gengiva avermelhada, bolhas e feridas podem ser eliminadas da sua lista de problemas. Acompanhe este post e saiba como lidar com a situação. Boa leitura!

Abscesso periapical: o que é?

Em muitos casos, a fístula se manifesta apenas como um abscesso periodontal. Que ocorre entre o dente e a gengiva.

No entanto, há o abscesso periapical, que é mais perigoso. Ele se dá quando o canal do dente foi atingido.

Ou seja, quando atingiu a raiz do dente. Se não encontrar rapidamente o que está causando esse abscesso, ele pode se espalhar para o osso adjacente.

Quais são as causas de fístula dental?

Um problema como a fístula, que causa um enorme desconforto e até gengiva avermelhada, pode ter diversas causas.

E isso se deve ao fato de que a fístula dental é uma resposta do que está acontecendo no corpo.

Sendo assim, não é como se ela fosse uma doença, então fica mais difícil encontrar causas determinadas e específicas.

O que tudo isso quer dizer? Significa que essa bolhas e feridas podem ser resultado de abscessos ou infecções.

Além disso, qualquer outra ameaça ao organismo que se desenvolva criando pus, pode se manifestar em fístula.

Por isso, quando esse mal se manifestar no seu corpo é importante se atentar para:

  • Possibilidade de abscessos e infecções;
  • Aparecimento de outros sinais que indiquem alguma doença;
  • Gengiva avermelhada;
  • Pus acumulado.

Tratamentos mais indicados

mulher deitada em um consultório odontológico enquanto um dentista realizar um tratamento para fístula dental

É preciso ter em mente que para tratar a fístula dental é mais que necessário o acompanhamento de um profissional.

Porque, mesmo o tratamento sendo simples como a higiene bucal, o especialista precisa acompanhar a evolução.

Tudo isso no intuito do problema realmente deixar de existir. E também para que o que quer que esteja causando a fístula, seja combatido.

Além de tudo isso, a fístula dental também pode variar de dor, tamanho, e intensidade. Então apenas um especialista conseguirá fazer o diagnóstico correto e indicar o melhor tratamento.

Dado todo esse cenário, alguns tratamentos que atuam no combate da fístula dental são:

Higiene bucal

A boa e velha higienização bucal deve ser feita da forma mais cuidadosa e atenta possível. Combate a fístula e muitos outros males.

Por conta de negligência de muitos, a má higiene bucal se torna grande causadora de problemas dentários. Na hora da escovação, não pode esquecer:

  • Usar escova adequada;
  • Escovar, no mínimo, três vezes ao dia;
  • Escovar a língua;
  • Usar o fio dental, pelo menos, uma vez ao dia;
  • Fazer uso diário de enxaguante bucal.

Vale destacar que esse cuidado com a higiene bucal não deve ser apenas no combate à fístula dental. Deve ser diário, pois também é forma de se prevenir de problemas dentários.

Enxágue com água e sal

Falando em uso diário de enxaguante bucal, um tratamento eficaz é o enxágue bucal com água e sal.

Esse tratamento é mais indicado no caso de gengiva avermelhada. E esse método também pode ser usado várias vezes ao dia.

Ele consiste em meia colher (de chá) de sal em um copo com 230 ml de água. Esse enxágue ajuda a drenar o pus e aliviar a pressão.

Visita ao dentista

Como já foi dito anteriormente, mesmo os tratamentos mais simples e caseiros precisam do acompanhamento e validação de um especialista.

Isso porque, o dentista que irá averiguar de onde vem o sinal que a fístula dental está mandando.

E em casos mais graves, como a necessidade do tratamento de canal, apenas um especialista poderá fazer o procedimento.

Sendo assim, a visita ao dentista é primordial. E mais importante ainda é tornar essas consultas rotineiras. Mesmo resolvendo o problema, é preciso que vire hábito ir ao dentista.

Chega de feridas e gengiva avermelhada!

Se a fístula dental surgiu na sua boca, não se desespere! Vamos recapitular tudo de importante que você deve se lembrar sobre esse assunto para conseguir combater.

Vale destacar que a fístula não é o problema em si. Ela é apenas o sinal de que alguma infecção ou abscesso está interferindo na saúde do seu corpo.

Por isso, suas causas podem ser as mais diversas. Para buscar tratamento, é preciso ter em mente que ela pode ser resultado de inúmeras coisas.

Sendo assim, na hora de encontrar o tratamento ideal, é essencial visitar um dentista. Como a fístula pode ter diferentes tamanhos e intensidades de incômodo, o tratamento varia.

Dessa forma, apenas um especialista poderá indicar o melhor modo de proceder para cada caso.

Uma vez que o tratamento foi realizado, é importante continuar investigando de onde o problema veio.

Porque você pode ter se livrado da fístula, mas é preciso tratar o que a causou. Então não deixe de fazer as consultas rotineiras no consultório odontológico.

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *