Por que a medicina e segurança do trabalho são tão importantes?

with Nenhum comentário

Os trabalhos realizados pelo setor de Medicina e Segurança do Trabalho constituem um dos pilares que caracterizam o bom andamento de uma empresa. Suas ações se refletem no desempenho dos colaboradores, na produtividade e na imagem da organização.

No entanto, sua importância vai muito além do cumprimento das exigências da legislação trabalhista. Os cuidados e as iniciativas que assume visam qualidade de vida para os trabalhadores.

Continue a leitura e descubra por que a Medicina e Segurança do Trabalho é tão importante.

O que é Medicina e Segurança do Trabalho?

Existem duas atividades que se unem para operar em prol da segurança e da qualidade de vida do trabalhador, especialmente no ambiente laboral.

Nas empresas que têm algum porte, elas estão reunidas no Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT).

Conceitualmente, Medicina e Segurança do Trabalho podem ser consideradas duas frentes que atuam de modo complementar na promoção de cuidados especialmente preventivos com os colaboradores da empresa.

Seu objetivo é garantir que estejam bem e que não estejam sob riscos ao desempenharem suas funções.

Os profissionais deste setor geralmente são engenheiros e técnicos de segurança do trabalho, médicos e enfermeiros do trabalho e outros. Sua responsabilidade é manter a saúde e a qualidade de vida no ambiente organizacional, assim como, evitar condições que representem risco à integridade física dos trabalhadores.

Qual a diferença entre Medicina e Segurança do Trabalho?

A Medicina Ocupacional e a Segurança do Trabalho atuam de modo complementar para que se alcance e se mantenha qualidade de vida no trabalho no seu sentido mais amplo.

No entanto, cada área tem atividades próprias que nos respectivos conjuntos caracterizam as diferenças entre elas.

Medicina do Trabalho

A Medicina do Trabalho é a responsável explícita por avaliar e acompanhar o estado de saúde de cada colaborador desde seu processo de admissão à empresa até o dia de sua partida para outros desafios. Para esse fim, faz uso de exames médicos que são específicos e definidos pela legislação trabalhista e assim denominados:

  • admissional;
  • demissional;
  • periódico;
  • de retorno;
  • de troca de função.

Por sua vez, também cabe ao setor a realização do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO). O objetivo deste programa é prevenir, rastrear e diagnosticar precocemente os agravos à saúde que estão relacionados ao trabalho.

Além dessas atividades, cabe à Medicina Ocupacional, iniciativas e cuidados para uma vida mais saudável como:

  • orientação para as boas práticas de alimentação;
  • orientação nos casos de tabagismo;
  • orientação nos casos de dependência química;
  • coordenação de programas de vacinação;
  • campanhas de controle de doenças como a Dengue;
  • cuidados para se evitar doenças como o Novo Coronavírus.

Segurança do Trabalho

Por sua vez, cabe à Segurança do Trabalho principalmente os cuidados de natureza prevencionista, com vistas à eliminação ou redução dos riscos de acidentes que representem qualquer suscetibilidade para a integridade física dos colaboradores da empresa.

Ao mesmo tempo, é de responsabilidade do setor de Segurança do Trabalho a orientação e a educação para a prevenção de acidentes no âmbito laboral.

Aos profissionais dessa área cabe garantir que sejam cumpridas as normas regulamentadoras aplicáveis, seja da parte da empresa, seja pelos trabalhadores.

Assim, por exemplo, cabe à empresa fornecer os respectivos equipamentos de proteção individual (EPIs) que devem ser utilizados.

Ao mesmo tempo, é de responsabilidade de cada trabalhador sua efetiva utilização com vistas aos cuidados preventivos exigidos pela legislação.

Uma importante medida que deve ser tomada pela Segurança do Trabalho é a elaboração do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA).

Trata-se de um elenco de medidas voltadas para a proteção à saúde e a integridade física de todos os colaboradores da empresa.

Por que as empresas devem dar atenção para esse setor?

O setor de Medicina e Segurança do Trabalho é responsável por garantir que a empresa promova todas as ações e cuidados necessários para a saúde e a segurança no ambiente de trabalho.

Sua eficácia traz benefícios e vantagens para a organização e seus colaboradores que podem ser destacadas como se vê a seguir.

Garantia de estar em dia com a legislação

O cumprimento das responsabilidades da empresa com as atividades do setor constitui exigência legal. Nesse sentido, manter a empresa em dia com suas obrigações é, ao mesmo tempo, ficar em paz com a fiscalização.

Redução nos índices de afastamento

Saúde e segurança atuando conjuntamente são capazes de reduzir os afastamentos resultantes de adoecimentos e de acidentes do trabalho. É uma maneira simples e preventiva de se evitar os custos com colaboradores afastados.

Melhoria no clima do ambiente de trabalho

Colaboradores mais saudáveis e seguros dos cuidados da empresa melhoram o clima corporativo. A ausência desses cuidados é capaz de provocar efeitos devastadores na qualidade do ambiente organizacional.

Incremento na produtividade

Quando os custos com afastamentos são menores, quando as equipes estão completas e o clima no ambiente laboral é bom, a produtividade melhora. É certo que trabalhadores saudáveis e satisfeitos produzem melhor.

Melhoria na imagem da empresa

Empresas que investem nos cuidados com a saúde e a segurança dos colaboradores reforçam sua imagem e têm maior facilidade de retenção de seus talentos.

Ao mesmo tempo, são bem-vistas pelo mercado, tanto por parceiros e fornecedores como por novos profissionais.

Quais são as principais atividades da Medicina do Trabalho?

No âmbito das empresas, a Medicina do Trabalho atua nas relações dos colaboradores com suas atividades laborais, a fim de garantir que cada um esteja em condições adequadas para o desempenho de suas atribuições.

O foco não é apenas a prevenção de doenças, mas a promoção da saúde e da qualidade de vida.

Para esse fim, como se viu, lança mão da realização de exames médicos, elaboração do PCMSO, condução de programas de orientação à saúde e educação para uma vida mais saudável.

Além disso, cumpre ao setor instruir sobre procedimentos referentes aos cuidados a serem tomados em situações de surtos e epidemias na região.

Medicina e Segurança do Trabalho, portanto, constitui a garantia de que os colaboradores estarão aptos e com saúde para o desempenho de suas funções. Além disso, a empresa estará em dia com suas obrigações trabalhistas pertinentes e oferecerá um ambiente de trabalho saudável para os trabalhadores.

Quer saber como a sua empresa pode ser beneficiada? Entre em contato conosco e tenha tudo o que a Medicina e Segurança do Trabalho pode oferecer.

Conteúdo produzido pelo Grupo MedNet 

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *