Dicas de gestão para clínicas odontológicas

with Nenhum comentário

A gestão de clínicas odontológicas pode parecer algo complicado para o profissional que resolve abrir um consultório, mas com algumas ferramentas é possível tornar esta tarefa rotineira e alcançar resultados melhores frente aos concorrentes.

Mulher dentista sorrindo em seu consultório para dar dicas de gestão para clínicas odontológicas

É imprescindível que o consultório preste um bom serviço para os pacientes, mas a consciência que ele também é uma empresa e como tal, precisa ser bem administrado é fundamental.

A formação na faculdade de Odontologia não prepara os profissionais para fazer a gestão de clínicas odontológicas, deixando-o muitas vezes inseguro para executar as tarefas administrativas e gerenciais.

Para gerir e organizar uma clínica odontológica é preciso conhecer alguns fundamentos de administração. Isso significa ter um controle eficiente das finanças, das compras de materiais e estoque, efetuar cobranças, ter uma boa gestão de pessoas, além de realizar o atendimento dos pacientes.

Parece complicado, mas não precisa ser. Descubra dicas valiosas para a gestão de clínicas odontológicas e alcance o sucesso no seu negócio.

1. Tenha um planejamento estratégico e o revise constantemente

O planejamento estratégico é um processo que auxilia gestores a alcançar os objetivos, desde a definição de metas até as ações para se chegar ao sucesso empresarial.

Um dos maiores erros de gestão é se preocupar com o planejamento estratégico somente ao abrir o consultório. Para atingir os objetivos definidos no início, é preciso o acompanhamento constante e até a readaptação dos planos de ação.

A tecnologia no mercado odontológico e o modo de pensar das pessoas podem mudar da noite para o dia. Acompanhar essas mudanças é fundamental para se manter competitivo.

Portanto, ficar atento com o há de novo na área e analisar os concorrentes diretos e indiretos ajuda a readaptar as ações.

Estabeleça metas em curto, médio e longo prazo e verifique o andamento a fim de reajustar à medida que for necessário.

2. Otimize os processos

Para a clínica crescer de forma eficiente e organizada é primordial a qualidade do serviço e um bom processo de atendimento.

Assim, o tempo de espera do paciente é reduzido e é possível dar continuidade aos atendimentos mais rapidamente.

Uma ótima estratégia que vem sendo muito utilizada em clínicas em consultórios é a telemedicina, que se beneficia das tecnologias para otimizar e melhorar processos tanto internamente, entre os profissionais quanto com os pacientes.

3. Invista em marketing 

Como qualquer outra empresa, a gestão de clínicas odontológicas exige conhecimentos sobre vendas e atenção ao marketing, uma vez que, sem clientes, é impossível o negócio se manter.

O principal processo de captação de clientes ocorre em consequência do marketing

Para isso, é necessário conhecer o público-alvo e procurar métodos para fazer como que todas as informações cheguem até o cliente em potencial.

4. Separe as contas pessoais das profissionais

Um erro comum ao abrir um negócio próprio é não separar as contas particulares das profissionais.

Por mais que seja uma empresa pequena, não é recomendado misturar as finanças pessoais com as da empresa.

Uma divisão bem estabelecida das contas pessoais e das profissionais garante o melhor controle financeiro.

5. Tenha um bom controle financeiro

A gestão financeira é fundamental para o sucesso da clínica odontológica, pois ela dará todos os dados da saúde do negócio.

Através do fluxo de caixa é possível acompanhar detalhadamente toda a movimentação do dinheiro e tomar medidas para contornar os problemas.

Anote tudo o que entra e sai. Controle os pagamentos, efetue cobranças, analise a necessidade de compras de materiais, entre outros.

6. Mantenha todos os dados organizados e seguros

Uma clínica lida diariamente com um grande volume de informações. São dados pessoais de pacientes, prontuários, exames, consultas, que se não forem bem organizados podem se perder em meio a tantos dados.

O ideal é adotar um sistema online para centralizar essas informações e mantê-las organizadas e seguras, a melhor opção é um software médico.

Assim, também se evita acumular papéis e correr o risco de perder os dados.

7. Invista em um sistema de gestão

Software de gestão empresarial são grandes aliados na administração de clínicas odontológicas, pois reúnem em um só lugar todas as funções sugeridas até aqui.

Com um software de gestão, você não perde mais tempo com processos administrativos manuais. Otimize os procedimentos e evite erros por preenchimento incorreto de dados.

Conte com um controle financeiro completo e fácil de usar que irá te ajudar nas tarefas do dia a dia e no seu planejamento estratégico. 

Controle o fluxo de caixa, as contas a receber e a pagar, emissão de notas fiscais, estoque de materiais, organize e arquive todos os documentos e dados em um único sistema seguro e protegido.

Um sistema de gestão torna a busca por esses dados muito mais fáceis, além de ser acessado de qualquer lugar pelas pessoas autorizadas.

O controle de dados e a correta execução de todos os processos são fatores decisivos para uma gestão eficiente. Integre todos os setores da clínica e tenha os dados atualizados em tempo real.

Além de tornar a gestão de clínicas odontológicas muito mais produtiva, a adoção de um software costuma ser também mais rentável.

Mantenha a clínica odontológica bem organizada, com atendimentos ágeis, sem erros ou atrasos. Isso ajuda a manter a credibilidade e o crescimento saudável do negócio.

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *