Como ter uma dieta saudável gastando pouco?

with Nenhum comentário

Manter uma dieta saudável vem se tornando cada vez mais um objetivo comum entre pessoas com diferentes idades, mas será que é possível fazer isso gastando pouco? 

As pessoas estão mais preocupadas com sua saúde, inclusive, por exemplo, os planos de saúde são cada vez mais desejados e contratados, seja plano de saúde para empresas ou individual. 

E a alimentação é extremamente importante para manter a saúde física e até mental. No entanto, algumas pessoas acreditam que não é possível seguir uma dieta balanceada e nutritiva gastando pouco, já que comida saudável custa caro. Mas será que isso é realmente verdade? 

Claro, existem comidas mais específicas que possuem preços mais elevados, mas isso não significa que para manter uma dieta nutritiva é necessário gastar muito. 

Para que você compreenda que é possível ter uma alimentação saudável gastando pouco, separamos algumas dicas. 

Quer conferir? Basta continuar a leitura! 

Dicas para manter uma dieta saudável gastando pouco 

Se a questão do custo está te desencorajando de tentar fazer mudanças em sua dieta e na da sua família, veja a seguir as dicas que separamos. 

1. Escreva uma lista de compras

Faça um plano de refeição semanal utilizando os ingredientes que você já tem e faça uma lista de compras de todos os itens que precisa. 

Além disso, tente não fazer compras quando estiver com fome. Pessoas que vão ao mercado quando estão com fome têm maior probabilidade de gastar mais, principalmente com alimentos que são menos saudáveis (ou nada saudáveis), como bolachas, salgadinhos e outros alimentos ricos em gordura e açúcar. 

2. Evite desperdícios 

Tenha muito cuidado e atenção ao fazer compras e preparar as comidas, para que realmente compre só o que precisa e cozinhe a quantidade que sabe que você e sua família vão consumir. 

Faça o planejamento das suas refeições para que todos os ingredientes de sua lista sejam usados. Caso algum alimento não for utilizado, o congele (se possível). 

3. Monte marmitas e as congele

Para quem mora com outras pessoas, isso pode ser um pouco mais complicado, mas também é possível. Cozinhe de uma vez (pode ser 1 vez por semana) porções para que você monte outras refeições. 

Dessa forma você evita ter que ficar indo novamente no supermercado, sem falar que estará economizando tempo e não terá desculpa para consumir a comida saudável, já que ela estará pronta. 

4. Compre frutas e vegetais congelados

As frutas e os vegetais congelados são subestimados. Eles já costumam vir picados ou pré-picados e prontos para usar, sendo igualmente bons para você. Só tenha atenção as informações nutricionais nas embalagens e evite aqueles com adição de sal, gordura ou açúcar. 

Essa é uma ótima opção principalmente para quem não tem muito tempo para cozinhar, mas não vai deixar de cozinhar comida saudável em casa e economizar dinheiro. 

5. Tente marcas mais baratas

Você pode economizar dinheiro ao comprar marcas mais baratas das que normalmente compra. 

Principalmente quando se trata de marcas dos próprios supermercados, vale a pena dar uma chance para ver o que você acha. As experimente e deixe suas papilas gustativas decidirem, e não a marca conhecida. 

6. Coma mais vegetais

Carnes e peixes normalmente são os ingredientes que mais custam caro em uma lista de compras.

Que tal incluir mais vegetais em suas refeições? Você pode até mesmo experimentar algumas refeições vegetarianas durante a semana para manter os custos mais baixos.  

Você pode se juntar às milhares de pessoas que participam da segunda-feira sem carne, por exemplo. 

7. Foque nas leguminosas

Outra opção para reduzir a quantidade de consumo de carne – o que ajuda a reduzir os gastos – são as leguminosas, como feijão, lentilha e ervilha. Esses são alguns dos alimentos mais baratos nas prateleiras dos supermercados e costumam render bastante. 

Essas leguminosas são baixas em calorias e gordura, mas repletas de fibras, vitaminas e minerais. 

8. Elimine as comidas que não são saudáveis

Você ficaria surpreso ao ver quanto pode estar gastando ao comprar refrigerante, biscoitos, refeições congeladas e alimentos processados. Apesar de oferecerem pouca nutrição e serem compostos por alimentos que prejudicam à saúde, eles também podem ser caros. 

Ao ignorar os alimentos não saudáveis, você pode gastar mais do seu orçamento em alimentos saudáveis e de melhor qualidade. 

Últimas palavras

Bem, depois deste post, você deve ter percebido como é realmente possível ter uma dieta saudável gastando pouco. O segredo é se planejar e focar no que realmente é importante para a sua saúde. 

Além disso, você pode fazer substituições durante a semana, como a redução de carnes, que costumam ter custos mais elevados. Vale dizer que para ter uma alimentação realmente balanceada e adequada para o seu corpo, é muito importante que procure pela orientação de um profissional de nutrição. 

Esperamos que você tenha gostado das dicas e que, a partir de agora, comece ou se engaje mais a ter uma alimentação saudável. Afinal, você não precisa gastar muito para preparar refeições nutritivas e que vão fazer bem para você e para sua família! 

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *