5 Erros Que Você Não Pode Cometer Ao Criar Seu Funil de Vendas

with Nenhum comentário

Um funil de vendas é uma estratégia de marketing digital que deve estar sempre em aprimoramento.

O motivo é simples: estamos lidando com pessoas, e pessoas mudam!

Se você acha que basta criar um funil de vendas e esperar o processo se concretizar daí em diante, está cometendo um grande erro.

E como muitos empreendedores online fazem isso, resolvemos criar um post para ajudar você a não cometer 5 dos principais erros cometidos na hora de criar um funil de vendas.

Confira as nossas dicas no post a seguir!

1- Não definir sua buyer persona

Não definir a buyer persona compromete toda a estrutura de um funil de vendas, já que a sua persona deve ser a sua base.

É como construir um prédio utilizando areia de praia. Ele vai cair a qualquer momento.

TODAS as estratégias de marketing que você utilizar para o seu negócio devem ter como base a sua persona. Afinal, você precisa entender o tipo de conteúdo que deve ser produzido, qual linguagem será utilizada, como configurar suas campanhas, etc.

Se você não tem as informações de com quem quer se relacionar/vender, também não saberá quais estratégias utilizar!

2- Não otimizar um bom CTA

CTA, a chamada para ação, é uma estratégia muito importante que deve ser utilizada em suas campanhas.

Criar um CTA eficiente é o que aumentará a sua taxa de conversão, uma vez que você dá a instrução para o leitor tomar a ação que você deseja.

A chamada pode ser para comprar um produto, acessar um blog, ler um artigo, assinar um newsletter ou qualquer outra métrica de conversão que você tenha definido.

É importante criar botões bem chamativos com cores fortes e que sejam contrastantes com a sua landing page ou e-mail marketing. Se a cor não contrastar com o fundo, não chamará a atenção do leitor.

Pode parecer uma estratégia simples demais, mas é bastante eficiente. Muitas vezes o leitor não toma a ação porque simplesmente não é induzido pelo CTA.

Para conferir se o seu CTA está dando resultado, poderá acompanhar seus dados pelo Google Analytics!

3- Ter pressa e querer avançar etapas

Um dos maiores erros que podem ser cometidos ao montar uma estratégia de funil de vendas é não analisar os dados e querer avançar etapas.

Criar um funil de vendas não é como investir dinheiro na poupança. Não basta simplesmente jogar o dinheiro lá e esquecer do seu rendimento.

O mesmo serve para o funil de vendas. Além disso, um dos benefícios do Inbound Marketing em relação ao marketing tradicional é justamente a quantidade de ferramentas e análise de métricas. Um bom exemplo é o Google Analytics!

Portanto, quer você esteja produzindo conteúdo evergreen ou não, é importante sempre estar de olho em todas as etapas do seu conteúdo para analisar o seu fluxo.

Analise suas campanhas, mas evite ficar se comparando com outras empresas. Especialmente aquelas que já estão bem consolidadas. Isso é dar um tiro no próprio pé.

Em primeiro lugar, você deve conhecer bem a sua própria empresa, definir seus objetivos no mercado, saber a fundo quem é o seu público e entender o que elas estão fazendo que está dando certo/errado.

E só depois você faz seus investimentos com mais certeza. Nunca se baseie na sorte para esperar que o seu funil de vendas traga um bom resultado para o seu negócio!

4- Não investir em uma grande audiência

Por mais que você esteja produzindo um bom conteúdo, ele não valerá de nada se não tiver uma audiência para consumi-lo.

Mesmo que você já tenha utilizado ferramentas de pesquisa para planejar o seu conteúdo, é preciso investir na geração de audiência.

Imagine que você tenha 100 mil seguidores no Facebook. Fazendo um post orgânico, é muito improvável que ele atinja 2 mil seguidores ou mais.

A verdade é que tanto os algoritmos do Google quanto das redes sociais estão dificultando a vida das empresas que buscam construir audiência unicamente pela maneira orgânica.

Afinal, é assim que essas empresas ganham dinheiro!

Pode levar dias ou até semanas para que uma postagem orgânica comece a dar resultado. Por isso, é importante que você invista também em tráfego pago!

5- Não investir em pós-venda

Mesmo depois que o seu produto já foi vendido, isso não é o suficiente para que já possa encerrar seu relacionamento com o cliente. Pelo contrário!

Um grande erro é acreditar que após uma venda ser concluída, o cliente pode ficar de lado. 

Lembre-se: a ideia é construir relacionamentos de longo prazo! Por isso, é muito importante investir em um ótimo suporte pós-venda para que o cliente se sinta amparado caso necessário.

Um cliente satisfeito sempre volta a fazer negócio. Não é necessário ficar convencendo o mesmo cliente se o seu produto e suporte são bons!

E agora que você já sabe quais são os principais erros cometidos em um funil de vendas, que tal começar a colocar suas estratégias em prática?

Esse conteúdo foi produzido por Viktor Druker, redator da empresa Depois do Ponto

Compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *